Step by Step

Não me queixo do que a vida me deu
Nem reclamo do que tenho agora
Se tudo fosse diferente não seria eu
O mesmo…que te fala nesta hora.

Ganhei e perdi tantas coisas na vida
E nem sempre lutei pelo melhor
Que até entrei em becos sem saída
E também já chorei a minha dor.

Fui presunçoso em algumas ocasiões
Mas nunca ignorei uma maldade
Um tudo ou nada ingénuo nas ações
Contudo sempre fiel na amizade.

Não sei tudo, mas o que sei, me diz
Haver nos céus uma explicação
Que me levou a fazer tudo o que fiz
E ser o que sou ser uma bênção.

O ter mais ou menos que os demais
Só pesa a quem sofre injustiçado
Que havendo vida pesa tudo o mais
Em outra vida sendo lá chamado.

Haja uma estrela no meu caminho
E que eu passo a passo ao Amor
Ofereça corpo e alma com carinho
Então serei sempre um vencedor.

Tu que me amas tal como eu sou
Sabes que te daria todos os dias
Muito mais daquilo que já te dou
E eu bandido nem tu me querias.


F. Corte Real
Lisboa, 14 de Fevereiro de 2018

Exibições: 29

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de JOSÉ CARLOS RIBEIRO em 17 fevereiro 2018 às 8:10

Lindas palavras que se traduz em lindo e belos passos traçado nessas belas entrelinhas

Comentário de Elías Antonio Almada em 15 fevereiro 2018 às 13:57

Comentário de Paolo Lim em 15 fevereiro 2018 às 13:13

Realista, bom de se ler e, acima de tudo, criativo. Bravoooo ! Abraços do Paolo.

Comentário de MARGARIDA MARIA MADRUGA em 15 fevereiro 2018 às 12:09

Muito bom Poeta Fernando.

"Não me queixo do que a vida me deu
Nem reclamo do que tenho agora."

É assim ...

Comentário de Fernando José Corte Real Azevedo em 14 fevereiro 2018 às 23:33

Grato Amigo Elisiário Luiz pelas suas palavras. Saudações Poéticas.

Comentário de Elisiário Luiz em 14 fevereiro 2018 às 23:09

 caro amigo belo e claro testemunho... Parabéns! Fique bem!

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Margarida*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço