Pesadelo

Pensamentos imperfeitos

margeiam

 meus seios e escorrem sobre mim

embaixo de chuveiro com agua perfumada

cheirando a jasmim.

 

Incendiária

 necessidade que me cerca, enfim

fugaz suavidade

mas a brasa da saudades me queima entre as coxas

 nuas

nesta ardência que se perpetua

e

 mas me faz mais amena.

 

Onírico

 calor que me traz a noite que na minha

 solidão plena

libera minha alma dos segredos

 e dos espasmos trêmulos

que nas minha entranhas eu percebo.

 

Digo teu nome bem alto

e não recebo resposta alguma

e de sobressalto

acordo deste sonho ou pesadelo

sem saber se foi ou não, na hora oportuna.

SorrisodeRosas

Exibições: 32

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de MARGARIDA MARIA MADRUGA em 13 junho 2018 às 20:49

Muito bonito. Se a cada pesadelo, um poema...

Comentário de Mônica do S Nunes Pamplona em 11 junho 2018 às 16:13

Um belo poetar.

Parabéns, pela composição.

Bjsss.

Comentário de Elías Antonio Almada em 9 junho 2018 às 19:28
Preciosooo. Felicitaciones

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Margarida*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço