Poemas de Dezembro_Carlos Drumonnd de Andrade_Sidnei Piedade

Procuro uma alegria
uma mala vazia do final de ano e eis que tenho na mão flor do cotidiano é voo de um pássaro é uma canção.Dezembro de 1968. Carlos Drummond de Andrade.
Sou poema que ri e chora, em cada verso sou estrela sem demora. Sou luz dos seus olhos, paz e mansidão...pois sou seus sentimentos...amor e emoção. Sou inspiração dos poetas e estrofes em suas mãos, seu poema e sonho encantado...pois faço parte do jogo da vida e realidade. Sidnei Piedade

Exibições: 24

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de MARGARIDA MARIA MADRUGA em 2 janeiro 2018 às 19:10

MUITO BONITO.

Comentário de Sidnei Piedade em 2 janeiro 2018 às 17:18

Obrigado amigs´, grande abraço

Comentário de María Cristina em 2 janeiro 2018 às 14:11

Comentário de Elías Antonio Almada em 2 janeiro 2018 às 2:23

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Margarida*

 *Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Liv Traffic Stats

Mídias Sociais

View Sílvia Mota ***'s profile on LinkedIn

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço