Poetas e poetisas queridas desta conceituada casa
com esta poesia fiz um video com muito carinho
porem ele contem CENAS FORTES. Um forte abraço alexandre


Poesia Morta

Por que velas esta poesia morta?
Escrita com gotas de sangue
porque se esta alma
já não comporta
mas nunca se importa
o tanto que esta dor a constrange.

Fez do caos transformador, poesia,
com suas frias palavras marcadas
a ironia que não serve para nada
entre os entornos de pura agonia

Neste furor insano que nos cala.
Por que velas este cadáver na noite?
e esta poesia que me engole a fala
ceifada em sua carne por afiada foice

Então diga a esta criança que fique e
não se assuste, quando a luz se apagar,
quando o sol aparecer no horizonte,
com certeza novo dia ira brilhar.

Alexandre Montalvan

Exibições: 54

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Elías Antonio Almada em 16 abril 2018 às 20:14

Comentário de MARGARIDA MARIA MADRUGA em 16 abril 2018 às 15:58

Infelizmente, na atualidade, a SÍRIA tem deixado em meus emails muito sangue e impactantes imagens.

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Margarida*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço