Inicia-se a escrita na Idade das Pedras,

Maneira pitoresca de compartilhar assuntos.

O tempo passou, tivemos Homero, 

Tivemos Dante, 

Tivemos tantos antes.

E, agora nós, 

Contemporâneos da escrita da Vida.

De uma doce sensibilidade que nos fascina,

Somos luz que a muitos ilumina.

E, de uma Língua que nos fascina.

Antes há muitos a Língua Francesa,

Depois suas origens,

Agora a Inglesa é mundial.

Mas nada igual do que ler, escrever e compreender 

A Língua Portuguesa,

Que está pronta a mesa,

E, que sensibiliza a muitos poetas.

E, ao mundo caminha,

Encontrando sempre a porta aberta.

Tereza Cristina G Castro.

São Paulo, 17 de novembro de 2017.

Ofereço aos poetas do site http://peapaz.ning.com/

Do Escritas e do Recanto.

No entato, além dos meus ideais,

Ofereço a tantos outros.

Grata pela leitura.

Exibições: 24

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Mônica do S Nunes Pamplona em 20 novembro 2017 às 2:21

Uma excelente e criativa  leitura.

Parabéns, pela beleza de letras. 

Bjsss.

Comentário de Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ em 19 novembro 2017 às 6:21

 Expressiva inspiração.

Agradeço-te a dedicatória.

Beijossssssssssss

Membros

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...