QUANDO NASCI!

Quando nasci
Há duas horas
A poesia já me esperava.
Irônica
Ela dizia
Que me enganava.
Não acreditei...

CRESCI!

Não quis acreditar:
- Vi o amor
Rodeado de artimanhas
Enganos e frustrações.
- Vi flores perfumadas
Mas a terra estava salgada
Na destruição das invasões.
Fiz versos louvando a vida
Enquanto a guerra corria
E sangue estava a jorrar.

Jamais me abalei,
Que a poesia me engana,
Bem sei!
Mas...
Vale mais viver na poesia
Que entrar no jogo de hipocrisia
Da ganância da alma humana...

Morrerei poeta!

27/02/13
www.tony-poeta.blogspot.com

Exibições: 45

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Antonio Cícero da Silva em 21 abril 2017 às 23:55

Excelente. O brilho a resplandecer ao mundo.... Abraços...

Comentário de MARGARIDA MARIA MADRUGA em 21 abril 2017 às 16:38

"Vale mais viver na poesia
Que entrar no jogo de hipocrisia"

Diz tudo. Parabéns.

Comentário de Sílvia Mota em 21 abril 2017 às 16:15

Vida de poeta... especialmente bela.

Parabéns!

Aproveito o momento, para festejar a tua vida...

Comentário de Mônica do S Nunes Pamplona em 1 março 2013 às 1:02

E que sigamos nessa jornada semeando e colhendo poesia.

Bjssss

Comentário de Lais Maria Muller Moreira em 28 fevereiro 2013 às 9:24

Seguir sempre em frente nunca olhar para trás é força audaz

beijo

Mauro M. Santos

Graça Campos

Carlos Saraiva

José Santiago

Lilian Reinhardt Art

De Luna Freire

Visitantes

Liv Traffic Stats

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço