R e a l i d a d e & F a n t a s i a

Dentro do meu corpo
a minha alma...
dentro da minha alma
um lago morto

ácido e azedo
sem a alegria do sol
um
sorriso acanhado
um farol
apagado em um mar agitado,
enegrecida matiz


~~~~
Dentro da minha vida
você
perpetuando os desejos
e
revelando meus segredos
fez
o mar explodir no rochedo
na doce
entrega que antevi
e
me fez tão feliz.


~~~~
Mas
logo chegou a tempestade
já não existem águas mansas
nesta hora é só saudades,
e não
restou nem lembranças.


~~~~
Porque agora é o pesadelo que vem
a
me mostrar com desdém
toda a infelicidade
que está realidade
& fantasia
tem.

E que me faz infeliz.


SorrisodeRosas

Exibições: 35

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Sílvia Mota em 16 agosto 2017 às 17:30

 Nostálgico poema, que revela um grande amor que se desfez.

Parabéns e Felicidades!

Beijossssssssss

Membros

Aniversários

Aniversários de Amanhã

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Margarida*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço