Rancho na colina

Lá no alto da colina

Há um rancho, meu apego, meu descanso

Felicidade que fascina e não tem preço

Nas labutas e no silêncio do meu berço

==============================

Um olhar vira aliança

Um cantar nos traz lembranças

Dos amores que vivi nas minhas meras andanças

E dos que perdi nas minhas infrenes lambanças

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++

No meu rancho há simétricas cantarolas

Eu,uma viola e meus pássaros sem gaiola

Bem unidos num Dó. Ré.Mi.Fá.Sol.Lá.Si

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Deus dos altos nos contemplam

Desce os anjos com suas flautas e se ambientam

Bem unidos, bem amigos e bem irmãos.

Selda Kalil

 

Exibições: 42

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de SELDA MOREIRA KALIL em 12 agosto 2017 às 11:51
Obrigada Margarida pelo carinho
Prazer e honra tua presença
Bjs na alma
Comentário de MARGARIDA MARIA MADRUGA em 9 agosto 2017 às 19:26

Só de ter ... Eu, uma viola e meus pássaros sem gaiola

Já é um verdadeiro paraíso. Lindo poema Selda.

Membros

Aniversários

Aniversários de Hoje

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...