Riquezas tem meu querer.

                       Mas pobre é meu viver.

                       Falta a esperança.

                       Falta a bonança.

                        De tudo falta um pouco.

                        Quanta fraqueza humana, louco,

                        Doente, a querença quer mais.

                         Corpos querem o calor.

                         Unidos pedem amor.

                         Corações pulsam com alegria.

                         Não ao embaçamento.

                         Nuvens em clareamento.

                         O expandir da voz

                        O chamamento sempre.

                        Com todas as forças , com o ventre.

                        Com as entranhas de meu ser.

       Neide  H

   

Exibições: 20

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Mônica do S Nunes Pamplona sexta-feira

Valores em sentimentos, são de fato, maiores Riquezas.

Muitos Bravossss, minha querida.

Bjsss.

Comentário de MARGARIDA MARIA MADRUGA em 9 janeiro 2018 às 10:41

Bonito poema. Parabéns pelos versos escritos.

Comentário de María Cristina em 8 janeiro 2018 às 22:09

Precioso poema Neide!!!

Felicitaciones

beijooosss

Comentário de Maria-José Chantal F. Dias em 8 janeiro 2018 às 21:08

Querida Poetisa Neide Himenes!

Parabéns pelo teu Poema!

Teus versos iluminaram meu serão!

Beijos de poesiaaaaaaa

Chantal Fournet

Comentário de Elías Antonio Almada em 8 janeiro 2018 às 19:17

Mauro M. Santos

Graça Campos

Carlos Saraiva

José Santiago

Lilian Reinhardt Art

De Luna Freire

Visitantes

Liv Traffic Stats

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço