Saudades

Feliz saudade das minhas outrora

Ressuscitou meu ontem risonho

Incorporou meu corpo presente

Num espaço tão ausente

 =================

Retrato de tempos mágicos

Atraem meus olhos buscando respostas.

As marcas do nosso caminhar, extinguiu-se.

As marcas dos nossos versejar, o vento levou.

 ==============================

Querias eu dotar-me de poderes

Revogar tais leis incoerentes

Devolver-me tantos momentos

Que foram meus por consentimento

======================== 

Passado ausente, tão presente!

Sussurram os meus ouvidos

Nestes únicos e sóbrios momentos

======================== 

Observo este banco sem gente

Busco em meus sonhos as despedidas

Desta saudade infinita.

      

Exibições: 27

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Margarida*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço