Jogou estrelas e o mar dos céus as engoliu

As transformou em vidas e na terra surgiram

Cobriram os céus e neles brotaram os mapas divididos em oceanos d'água

A Terra então sentiu ser uma estrela grávida ao lavrador mostrou as vidas que dela saíram

 Num sorriso ELE indicou o céu como espelho e assim soprou as vidas semeando-as como estrelas... como estrelas vieram,

No espelho da terra não se enxergam, só se enxergam quando olham para os céus

Porém há uma maior entre elas, Jesus o Salvador,

Quando o semeador passa as estrelas brilham, brilham tanto se enxergam vindas do céu

                                                          Rosalina Herai

Exibições: 39

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Rosalina Gonçalves Ramos Herai em 29 janeiro 2017 às 20:42

Boa noite, muito obrigada Sílvia, obrigada PEAPAZ!  Como se alegra meu coração, minha gratidão! 

Comentário de Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ em 29 janeiro 2017 às 6:14

Comentário de Rosalina Gonçalves Ramos Herai em 27 dezembro 2016 às 12:29

Boa tarde, meu carinho e gratidão  amigos! Boas festas e Ano Novo cheio de alegrias e bençãos!

Comentário de Críspulo Cortés Cortés em 25 dezembro 2016 às 16:22

FELIZ NAVIDAD ESTIMADA SEÑORA

Comentário de Maria Iraci Leal em 24 dezembro 2016 às 9:49

Rosalina Gonçalves Ramos Herai

Querida Rosalina,

parabéns pelo belíssimo poema,

grande beijo, MIL.

Comentário de Críspulo Cortés Cortés em 24 dezembro 2016 às 5:45

Membros

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...