.

 

Más duelen las noches
sin sabor a nada...

Lo que ya no sientes
perdido en el tiempo.

Lo que no emociona
porque no se espera
ni velando al sueño
que sueña existencia.

Cuando no hay nostalgia
de un pasado ausente
nunca hemos vivido.


 

El amor

solo debería ser doloroso

cuando damos a luz a nuestros hijos,

cargado de emoción y alegría.

.

Nieves Merino Guerra
Canarias - España.

20 de julio de 2016

Exibições: 108

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Nieves Merino Guerra em 24 abril 2017 às 14:14

Comentário de Maria Iraci Leal em 25 agosto 2016 às 14:09

Nieves Merino Guerra

hermanita Nieves, teu poema me encantou,

sentimentos profundos que se desbordam

de tua alma poética, vida, amor e nostalgia,

parabéns, bjs MIL.

Comentário de Nieves Merino Guerra em 14 agosto 2016 às 12:24

MUITO OBRIGADA, MINHA QUERIDA E GRANDE VERA.

A VIDA É DURA, MAS NÓS SOMOS AINDA MAIS... 

 BEIJOS, AMIGA.

Comentário de Vera Regina Cazaubon em 11 agosto 2016 às 14:10

Parabéns querida. A vida nem sempre nos oferta o que desejamos mas merece ser vivenciada com esperança até o último suspiro, beijokas com carinho

Comentário de Nieves Merino Guerra em 6 agosto 2016 às 18:56

Muchas gracias, mi querido y gran Críspulo, poetazo cántabro.

Abrazos, maestro.

Comentário de Críspulo Cortés Cortés em 4 agosto 2016 às 13:05

© 2019   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço