Somente um poema

Somente um poema diz
a verdade das coisas que eu sinto
mas
é apenas um sonho
e eu
não minto,
as palavras vêm
como brumas escondidas em uma cuba
tão entorpecidas
pelo o aroma adocicado do vinho
que me derruba.

Em um redemoinho de vento uma
boneca de pano
que tenta com o corpo escalvado,
coxas grossas e torneadas
ser no amor um engano.


E quase humano
são meus cabelos negros acetinados
e quero
pegar um pouco desta magia
desço até a dor do paraíso
e trago na voz o som da ventania
olho o chão que aqui piso
pego em teus braços, e faço tudo
com cuidado, a rua esta vazia
peço um sorriso

e uma flor.

Nem que seja apenas um pequeno pedaço.

Da poesia
que eu faço. Faço apenas por um pouco de amor.

SorrisodeRosas

Exibições: 41

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de María Cristina em 4 janeiro 2018 às 23:59

Comentário de Marcia Portella em 4 janeiro 2018 às 16:44

Belo canto...Abraço

Comentário de Paolo Lim em 4 janeiro 2018 às 14:23

Gosto e gosto muito de seus poemas que em meio a linguagem amena, serena, canta dores e vastíssimos temas. Um beijo e um 2018 lindooooooo ! 

Comentário de Elías Antonio Almada em 4 janeiro 2018 às 14:22

Comentário de MARGARIDA MARIA MADRUGA em 4 janeiro 2018 às 11:56

Bonita poesia.

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Margarida*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço