SURREAL

Tange os sonhos á galope.
manipula o vento e seus golpes,
faz levitar os gorjeios
da águia, que renasce,
degusta o amor em goles,
faz girar senos e seios,
do nada surge dois cálices,
incita a viola para que sole
um canto que entorpece,
a música que alucina,
os toque dos sinos,
leveza das meninas,
destreza dos meninos,
a natureza virgem,
vestígios de imprevisível origem.

(Gustavo Drummond)

Exibições: 12

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Membros

Aniversários

Designers PEAPAZ

*Nara Pamplona

*Livita*

*Margarida*

 *Imelda*

*Toninho*

*Reinaldo*

Poema ao acaso...

Visitantes

Liv Traffic Stats

Mídias Sociais

View Sílvia Mota ***'s profile on LinkedIn

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço