Temporizando o testemunho
de memórias temporais,
tampo o tempo
em minhas têmporas.

Tempo atual, tempestivo.
Tambores do tempo,
tocantes, temidos,
temporizados estampidos,
tenramente feridos.

Tempos dos inimigos.

Exibições: 48

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ sexta-feira

Tempos difíceis... ingratos.

E o poeta persiste, original.

Beijosssssssssssss

Comentário de Paolo Lim quinta-feira

Mauro Martins Santos: É sempre bom apreciar e aprender com um comentário seu. Mais uma vez externo o prazer de tê-lo em minha linhas, com agradecimentos e um afetuoso abraço. Paolo  

Comentário de Paolo Lim quinta-feira

JOSÉ CARLOS RIBEIRO: Abro-lhe meus braços para um abraço agradecido. Paolo

Comentário de Paolo Lim quinta-feira

Waulena d'Oliveira Silva: Coisa boa e ter amigos sempre presentes como você. Um abraço do Paolo.

Comentário de Paolo Lim quinta-feira

Neuza de Brito Carneiro: Grato pela presença e comentário. Abraços do Paolo.

Comentário de Paolo Lim quinta-feira

 Elías Antonio Almada: Seus comentários sempre gentís, me animam e incentivam... Abrtaços do Paolo.

Comentário de Paolo Lim quinta-feira

Lais Maria Muller Moreira: Sempre grato, honrado e todo bobo com a sua presença. Bjs do Paolo.

Comentário de Mauro Martins Santos em 17 abril 2017 às 0:16

Existe o dizer do ser substancial do existir -  e a forma de dizê-lo.

Na fenomênica existencial, neste mundo dos sentidos

está muito bem aninhada a poesia, que se presta pelo estilo,

forma, originalidade, modalidade e conteúdo,

transformar o momento de acordo com o pensamento.

Parabéns nobre amigo poeta Paolo Lim, cuja pena flui macia

nas mensagens poéticas - para o mundo de nossos sentidos.

 

Comentário de JOSÉ CARLOS RIBEIRO em 16 abril 2017 às 8:13

Tempo que leva nossas alma muitas vezes a um buraco onde nem existe se quer a solidão, a dor do amor é a fragrância faz  nosso sentimentos sofrer, belo poema, sentimental

Comentário de Waulena d'Oliveira Silva em 16 abril 2017 às 1:29

Caro Amigo Paolo, sabes bem o que dizes e como dizes !

Esses são os tempos ...

Mas conseguiremos !

Parabéns !

Bjsss Wau

Fotos

Carregando...
  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Poema ao acaso...

PLATAFORMA LATTES

É possível registrar, para efeitos acadêmicos, os textos publicados no Portal PEAPAZ. Quando se realiza o login na Plataforma Lattes, do lado direito da tela aparece uma janela com a pergunta: "O que você quer registrar?" com a listagem dos tipos de publicações a serem registradas. Entre essas, consta: "Redes Sociais, Websites, Blogs", onde o autor deverá clicar. A partir daí abrirá uma janela, na qual se realizará o registro. É necessário preencher todos os espaços.

Badge

Carregando...
*