Tertúlia Poética número 1. Ed. 79 - 08-04- 2018 Arlete Deretti Fernandes 8. Aniversário do PEAPAZ.

Oito anos se entrelaçaram, a formar o "Símbolo do Infinito" , o símbolo infinito da Paz.

No meio e em volta surgiram flores coloridas e perfumadas, das nuances mais diversas.
Escritores e poetas deram-se as mãos na semeadura. Chegou o dia da grande festa.

As modestas violetas perfumosas, quase se escondiam. As buganvílias soltavam seus ramos de várias cores a enfeitar os pedacinhos do infinito.
Em 8 anos o tempo se desloca lentamente, juntando homens, mulheres e crianças alegres, com a vontade de fazer o bem .

É uma luta sem guerra e sem brigas.
O Amor cresce a cada dia. As boas sementes voltam a eclodir.
Troncos se fortalecem.

Poetas recitam a beleza que a Natureza ensina e exprime na observação de cada um.
Escritores dormem e sonham sob um monte de folhas secas que o vento sopra. Levantam-se e sentam-se num sofá de alecrim a olhar as cores e aspirar os perfumes. Apreciam a ravina que oferece a água pura vinda do alto das montanhas.

Em muitos escritores  aviva-se uma expressão lírica e sensível . Em outros, o amor se expande, como nos poemas de Florbela Espanca e a grandeza dos versos de Pessoa e seus ortônimos.

O escritor canta temas poéticos, sociais e as injustiças . Fala dos moradores de rua. Da fome e da desumanidade. Canta o que lhe toca a alma, ao ver crianças e idosos abandonados.
Canta a fraternidade e a solidariedade. O Tempo agindo sobre os que caminham e a Alegria de viver e amar. A injustiça e o despreparo do sistema carcerário brasileiro. A falta de escolas e de empregos.
Bem no fundo da alma esconde num espaço só dele, lembranças e saudades.
Há aqueles que olham ao longe, com um olhar vago. E lembram-se de quantas oportunidades jogaram fora.
O mais importante é quando a Gratidão aflora, lembrando da juventude, do violão nas noites enluaradas e de um grande amor.

Exibições: 80

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Sílvia Mota em 15 maio 2018 às 18:25

Comentário de MARGARIDA MARIA MADRUGA em 16 abril 2018 às 16:08

Belíssimo Arlete.

Comentário de Elías Antonio Almada em 15 abril 2018 às 22:12

Comentário de Sílvia Mota em 15 abril 2018 às 19:55

Uauuuuuuuuuu! Que texto poético MARAVILHOSO! Natureza, em poesia, sob o pretexto de homenagear o nosso Portal PEAPAZ!!! Teus escritos encantam-me, sempre. Muito obrigada! Beijossssssssssss

Comentário de Elisiário Luiz em 14 abril 2018 às 23:01

 Muito bom ler-te amiga alegra-me por compartilhar tão férteis estruturas...Parabéns  Fique bem! 

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Margarida*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço