.

 

 

Não é apenas neste dia que lembramos com muito amor da mulher tão amada que nos colocou no mundo.

Todos os dias eu me recordo de minha mãe e sou-lhe grata por toda a proteção que me deu e por todas as coisas que fez por mim.

 

Não há como não deslizarem lágrimas, quando a doce lembrança toca em nossos corações.

Toda a mãe traz em si a chama do amor e da valentia para viver e para enfrentar os embates da vida.

 

Minha mãe não está mais aqui  fisicamente, e eu presto-lhe a minha gratidão por ter nascido daquela mulher forte, inteligente e leal que tanto amou a todos os filhos, familiares e demais pessoas que precisavam de ajuda, em muitas circunstâncias apresentadas pela vida.

Conhece melhor a mãe, quem viveu mais tempo próxima a ela, em

 seus momentos de dor, de alegria, de solidariedade. Quando algum de seus filhos adoecia, ela passava a noite à cabeceira da cama, ora medindo a febre, ora ministrando o remédio que o haveria de curar. Cantava uma doce canção e, se preciso o embalava junto ao peito e contava histórias.

.

São muitos os esforços para o bem de seu marido, de sua mãe, dos filhos, alunos e amigos.

Busca a melhor escola para matricular os seus rebentos. A formação, os valores que ensina, ficam para toda a vida!

 

Quem diz: -“! Minha mãe é um anjo”, o afirma com toda a certeza. O anjo que alimenta, protege, ensina e faz tudo o que pode para que seu filho cresça saudável e feliz.

 

E, quando cresce e está na hora de “bater as asas,”quantas saudades e lágrimas ficam nos lugares onde conviveu, cresceu e plantou flores de variadas cores.

 

A mãe,   junto à janela, vê o filho partir, e chora de saudades olhando o infinito se descortinar distante.

 

Corre ao álbum de fotos  e são tantas as belas lembranças: -mãozinhas pintadas, pezinhos pintados, um rolinho de cabelos colados com durex. E aquela criança que tanto amou, não mais está alí, sob a sua proteção.

 

E fala baixinho:

“-Segue de agora em diante o caminho da tua própria vida.

. Leva contigo as sementes de bem e de amor que brotaram e cresceram em teu coração.”

 

E o adolescente segue firme. De vez em quando larga sua mala no chão e joga muitos beijinhos e abraços.

 

Exibições: 105

Os comentários estão fechados para esta mensagem de blog

Comentário de Dione Fonseca de Barros em 30 julho 2016 às 13:24

Que belo poema de sentimentos tão iguais em nossos corações

 Lindo bjus  Amei querida Arlete

 

Comentário de Geraldo Coelho Zacarias em 9 julho 2016 às 21:32

Aqueles que amamos e nos ensinou a amar...não partem desta vida; pois permanecem vivas em nossos corações!...============Uma justíssima homenagem, cara poetia!...Parabéns; beijos.

Comentário de Arlete Brasil Deretti Fernandes em 12 maio 2016 às 0:03

Querida Graça!

Que teus dias e os dias de tua família sejam sempre lindos, com muito amor!

Beijosssss

Arlete

Comentário de Arlete Brasil Deretti Fernandes em 11 maio 2016 às 23:36

Querida Mª das Graças.

Grata pelo carinhoso comentário.

Tua família é linda! É a tua genitora, tu, filhas e netas, que vi a foto no Facebook.

Lindos dias para toda a tua família.

Beijosssss       Arlete.

Comentário de Maria das Graças Araújo Campos em 11 maio 2016 às 6:35

Bom dia, linda poetisa, Arlete!

Parabéns pelo belo texto e por ser essa mãe tão carinhosa!

Beijossssss

Comentário de Críspulo Cortés Cortés em 11 maio 2016 às 6:24

Comentário de Lais Maria Muller Moreira em 10 maio 2016 às 15:49

Delicada homenagem exaltando os pequenos gestos...

Parabéns Arlete!

Belo dia!

beijos querida

Mauro M. Santos

Graça Campos

Carlos Saraiva

José Santiago

Lilian Reinhardt Art

De Luna Freire

Visitantes

Liv Traffic Stats

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço