.

 

 

Não é apenas neste dia que lembramos com muito amor da mulher tão amada que nos colocou no mundo.

Todos os dias eu me recordo de minha mãe e sou-lhe grata por toda a proteção que me deu e por todas as coisas que fez por mim.

 

Não há como não deslizarem lágrimas, quando a doce lembrança toca em nossos corações.

Toda a mãe traz em si a chama do amor e da valentia para viver e para enfrentar os embates da vida.

 

Minha mãe não está mais aqui  fisicamente, e eu presto-lhe a minha gratidão por ter nascido daquela mulher forte, inteligente e leal que tanto amou a todos os filhos, familiares e demais pessoas que precisavam de ajuda, em muitas circunstâncias apresentadas pela vida.

Conhece melhor a mãe, quem viveu mais tempo próxima a ela, em

 seus momentos de dor, de alegria, de solidariedade. Quando algum de seus filhos adoecia, ela passava a noite à cabeceira da cama, ora medindo a febre, ora ministrando o remédio que o haveria de curar. Cantava uma doce canção e, se preciso o embalava junto ao peito e contava histórias.

.

São muitos os esforços para o bem de seu marido, de sua mãe, dos filhos, alunos e amigos.

Busca a melhor escola para matricular os seus rebentos. A formação, os valores que ensina, ficam para toda a vida!

 

Quem diz: -“! Minha mãe é um anjo”, o afirma com toda a certeza. O anjo que alimenta, protege, ensina e faz tudo o que pode para que seu filho cresça saudável e feliz.

 

E, quando cresce e está na hora de “bater as asas,”quantas saudades e lágrimas ficam nos lugares onde conviveu, cresceu e plantou flores de variadas cores.

 

A mãe,   junto à janela, vê o filho partir, e chora de saudades olhando o infinito se descortinar distante.

 

Corre ao álbum de fotos  e são tantas as belas lembranças: -mãozinhas pintadas, pezinhos pintados, um rolinho de cabelos colados com durex. E aquela criança que tanto amou, não mais está alí, sob a sua proteção.

 

E fala baixinho:

“-Segue de agora em diante o caminho da tua própria vida.

. Leva contigo as sementes de bem e de amor que brotaram e cresceram em teu coração.”

 

E o adolescente segue firme. De vez em quando larga sua mala no chão e joga muitos beijinhos e abraços.

 

Exibições: 101

Os comentários estão fechados para esta mensagem de blog

Comentário de Dione Fonseca de Barros em 30 julho 2016 às 13:24

Que belo poema de sentimentos tão iguais em nossos corações

 Lindo bjus  Amei querida Arlete

 

Comentário de Geraldo Coelho Zacarias em 9 julho 2016 às 21:32

Aqueles que amamos e nos ensinou a amar...não partem desta vida; pois permanecem vivas em nossos corações!...============Uma justíssima homenagem, cara poetia!...Parabéns; beijos.

Comentário de Arlete Brasil Deretti Fernandes em 12 maio 2016 às 0:03

Querida Graça!

Que teus dias e os dias de tua família sejam sempre lindos, com muito amor!

Beijosssss

Arlete

Comentário de Arlete Brasil Deretti Fernandes em 11 maio 2016 às 23:36

Querida Mª das Graças.

Grata pelo carinhoso comentário.

Tua família é linda! É a tua genitora, tu, filhas e netas, que vi a foto no Facebook.

Lindos dias para toda a tua família.

Beijosssss       Arlete.

Comentário de Maria das Graças Araújo Campos em 11 maio 2016 às 6:35

Bom dia, linda poetisa, Arlete!

Parabéns pelo belo texto e por ser essa mãe tão carinhosa!

Beijossssss

Comentário de Críspulo Cortés Cortés em 11 maio 2016 às 6:24

Comentário de Lais Maria Muller Moreira em 10 maio 2016 às 15:49

Delicada homenagem exaltando os pequenos gestos...

Parabéns Arlete!

Belo dia!

beijos querida

Membros

Poema ao acaso...

Pensamento do dia

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...