Toda a relação

De Té

Toda e qualquer relação

Deixa um sinal

No coração

Seja a saudade

Contrição

A mágoa

Uma ferida que se agrava

Uma angustiante emoção

Toda e qualquer relação

É Dar-se

Em entrega sem condição

É luz

Ternura

Paixão

Que faz vibrar

É fogo incessante

Sem instinção

Toda e qualquer relação

Onda alterosa

que mansa se espraia

Pode ser profunda agonia

Dor lancinante

Pedra fria

Que jaz a pulsar

Porque incluso

Vive um coração

De Té

Etelvina Da Costa 

 

Exibições: 14

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Etelvina Gonçalves da Costa em 4 dezembro 2017 às 12:03

Muito obrigada pela sua gentileza Ainda não sou perita em sonetos opto sempre por me libertar de métricas e de rimas preferindo apenas a mensagem que quero transmitir por isso ainda não acertei nas regras das formatações e no tamanho dos versos ..atrevo-me apenas a deixar ir à censura os meus pobres versos ..... Grata pela compreensão amigo Paolo Lim

Comentário de Etelvina Gonçalves da Costa em 3 dezembro 2017 às 6:02

Muito obrigada caríssima amiga Mónica pela sua gentil opinião ao meu trabalho Bjos

Comentário de Mônica do S Nunes Pamplona em 3 dezembro 2017 às 3:21

É isso mesmo, Té.

Beleza de composição.

Parabéns.

Bjsss.

Comentário de Etelvina Gonçalves da Costa em 2 dezembro 2017 às 5:28

Margarida Maria , caríssima amiga ,estou sempre grata pelas suas opiniões sobre o meu trabalho Beijosssssssssssssss

Comentário de Etelvina Gonçalves da Costa em 2 dezembro 2017 às 5:25

Caro amigo e poeta muito me honra sua presença lendo com agrado meu trabalho Muito obrigada um forte  abraço 

Comentário de Elías Antonio Almada em 2 dezembro 2017 às 3:53

bello trabajo, me agrado leerte

Comentário de MARGARIDA MARIA MADRUGA em 1 dezembro 2017 às 21:36

BELÍSSIMO TÉ.

Membros

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...