Reluzes num vestido de cetim
No meio da penumbra, sensual
A silhueta encanta, escultural
Um bobo incorrigível faz de mim

Enfeitiçante, evola-te jasmim
De perdição és, flor, manancial
Atiça-me um furor descomunal
Levando-me a cantar feliz assim

Da noite é sedutora a mornidão
Do teu perfume o beijo afagador
Mansinho no meu corpo é tentação

Alvoroçado, moço transgressor
Perdi completamente (e com razão)
Quando chegaste aqui, o meu pudor

Exibições: 25

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Sílvia Mota em 27 setembro 2017 às 13:03

 Sensual transgressão.

Belos versos.

Beijosssssssssssss

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Margarida*

 *Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Liv Traffic Stats

Mídias Sociais

View Sílvia Mota ***'s profile on LinkedIn

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço