UM POEMA À-TOA.

Não, não talho palavras bonitas
Nos dias, tardes... Que são sempre assim
Borboletas trajando suas chitas
Mascarando o meu lindo jardim!
 ##
Flores que tão perfumam quintal
Tanta beleza para caber
Mas ficam entre as roupas/varal
Escondidas, temendo se ver.
 ##
Dedilhar n'interím dessa cena
Tirando a inspiração do meu poema
Interagindo feito em blasfêmia
##
Entre as Tulipas, Lírios, Jasmins...
Saudando sem poesia, mil Gardênias
A brotar nos meus versos chinfrins.
M.P.

Salvar

Exibições: 131

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Etelvina Gonçalves da Costa em 3 dezembro 2017 às 6:44

Venham mais versos chinfrins muitos  para me encantarem Querida mónica já me tinha encantado com a musicalidades dos seus poemas, pela simplicidade. e pela riquíssima construção  este foi mais um  envolto numa primavera de cheirinho a jasmim com borboletas coloridas .. Beleza de composição Parabéns amiga . Tiro o meu chapéu e curvo-me perante a mestra  beijos.

Comentário de Mônica do S Nunes Pamplona em 21 janeiro 2017 às 2:38

Lindas tuas palavras, doce Lu.

Sempre grata, por teu carinho e amizade.

Bjsss, no coração.

Comentário de LUCIA GUEDES (Lufague) em 20 janeiro 2017 às 1:33

Um poema em 3D, dele tudo salta, além das borboletas, das cores, das roupas do varal, que como as flores exalam o aroma perfumado de sol e bela poesia. Parabéns! amiga, amada! 

Comentário de Mônica do S Nunes Pamplona em 20 janeiro 2017 às 1:22

Querida Wau. As borboletas se espantam com o balançar das roupas   rsrsr. Obrigada, pelo carinho.

Que bom te ter aqui, mana. Bjsss, no teu coração.

Graça, querida. A doçura de suas palavras me encanta! Grata, pela disposição do teu carinho. 

Comentário de Maria das Graças Araújo Campos em 18 janeiro 2017 às 13:46

Versos belos, volitantes, cheirando a essência da alma poeta em flor,
poema à toa, danado para despertat inspiração...
Que lindo, querida poetisa, Mônica Pamplona!
Bjsssss

Comentário de Mariangela Nunes Pamplona em 18 janeiro 2017 às 12:42

Sempre belos seus versos mana!!! Mesmo quando você pensa que estão chinfrins!!!Adoro tudo que você escreve de coração!!

Comentário de Waulena d'Oliveira Silva em 17 janeiro 2017 às 17:05

Por instantes me vi no teu jardim, em meio às perfumadas flores, brincando de borboleta ...

Adorei Moniquita ///

Bjsss Wau

Comentário de Mônica do S Nunes Pamplona em 16 janeiro 2017 às 1:54

Lúcia Cláudia Gama Oliveira.
Claudinha, minha linda. Esses versos surgiram num momento em que estava muito chateada. Queria cuidar das plantas, e um varal com roupas não deixava! rsrsrsr
Carinho, recebido. Carinho, enviado. Bjssss.

Marcia Portella.
Tão bom ter você aqui, querida Márcia. Receba meu abraço.

Zélia Mendonça Chamusca.
Zélia, querida. Sempre agradecendo todo esse seu carinho. Bjsss, nesse lindo coração.

Sílvia Mota.
Tuas doces palavras, querida Sílvia, muito estimulam uma mente e coração que andavam tão desconfortáveis e insatisfeitos, em permitir a escrita para o segundo plano. Só tenho que agradecer, por me despertar a tempo de rever esses meus conceitos. Fiquei surpresa, pelo destaque. Mas muito feliz, pelo mesmo. Muito, muito obrigada. Bjsss, no seu imenso coração.

Sueli Forjado.
Que bom que gostou, Sueli. Mas, ainda acho, que é o seu doce e meigo olhar que fala por você. Encantada, com sua presença. Bjsss.

Elias Antonio Almada.
Poeta Elias. Grata,pela presença.

Paolo Lim.
Meu querido, amigo Paolo. Você sempre gentil e carinhoso, comigo. Sua presença abrilhanta minha página. Agradeço seu carinho. E receba o meu carinho, em seu coração.

Maria Iraci Leal.
Mil, querida. Quanta honra, em receber seu carinho e tal destaque!
Obrigada. Bjsss, no coração.

Críspulo Cortés Cortés.
Poeta, Críspulo. Agradeço, a presença e o carinho

Comentário de Lúcia Cláudia Gama Oliveira em 15 janeiro 2017 às 3:18

 Estava sentindo falta de seus versos...!

 Veio do âmago e não foi à-toa!

 Belíssima criação.

 Meu carinho!

 Bjsssssssss

 

Comentário de Marcia Portella em 14 janeiro 2017 às 16:03

Canto belo,leve e solto...
Te abraço

Membros

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...