Resultado de imagem para voo sobre o abismo

 

VOO SOBRE O ABISMO...

         

          Subíamos de mãos dadas a íngreme montanha. Eu, inocente criança, não sabia onde aquelas mãos

ávidas a me segurar para não cair, me levavam... mas eu seguia confiante entre pedras, cascalhos e uma

relva rasteira e úmida de orvalho. O vento batendo no rosto e o sol aquecendo a alma.

          _ Onde vamos, papai? Perguntei-lhe curiosa.

          _ Lá em cima, minha filha, no alto ... Respondeu-me misterioso.

          Silenciei e procurei aproveitar aquele passeio inusitado que nos levava ao cume do monte...

          _Chegamos?

          _Sim, minha filha... daqui agora eu sigo sozinho, foi muito bom dispor de sua companhia até aqui, lhe

amo...Disse meu pai emocionado,... esticou as asas e voou sobre o abismo...

          Com gritos entrecortados de soluços eu pedia:

          _ Me deixa ir com o senhor? Me deixa, pai?

          Ele dizia:

          _Daqui, filhinha, eu sigo viagem sozinho...

           Entre soluços e lágrimas e em sobressalto acordei com aquela nítida imagem de meu pai pairando

sobre o abismo e eu, ainda sem asas, não podendo acompanhá-lo neste voo. Foi assim, que em sonho,

meu velho pai veio me avisar que ia embora, me ensinando que a morte não é o fim, mas o começo de uma

nova história. Até o cume do monte ele me levou pela mão, ajudou-me a desviar das pedras e cascalhos,

secou o suor do meu rosto e me apoiou. Mas ao chegar no cume do monte e içar voo, ele foi e eu fiquei.     

          Porque cada um tem seu tempo e seu momento.

          Há pessoas que se desesperam quando lhes advêm uma doença grave, se amofinam, entram em

depressão, porque lhes falta essa noção sublime de que a vida não acaba com o fim da matéria... quando o

corpo fenece, a alma voa sobre o abismo e sobe ao trono de DEUS onde descansará em repouso sagrado.

          O corpo, a limitação da alma, vai ser exaurido na caminhada até o cume do monte para que a alma se

fortaleça e as suas asas cresçam para poder voar até o céu. No caminho, muitos serão os percalços em

forma de cascalhos e pedras; o sol se tornará, em algum momento, inclemente, e haverá outros tantos

momentos em que se queira desistir, mas o Pai sempre estará presente apoiando com suas mãos ávidas e

seu amor, e ainda que queiramos ir antes da hora, antes de estarmos prontos para voar, Ele não permite,

porque nos quer pairando sobre o grande infinito, não estatelados no chão...

          Hoje compreendo exatamente o significado daquele sonho e sei que há tempo para tudo nessa nossa

existência, tempo para sorrir, tempo para chorar, para amar e tempo para desamar, tempo para viver e

tempo para morrer, e seja vivendo ou morrendo, nosso destino é o alto e quando chegamos ao cume do

monte e não há mais para onde subir, nossas asas fortalecidas por DEUS nos permitem voar sobre o

grande abismo ganhando o céu. Esse grande abismo, a morte, não é o fim, é o começo...

                             

                               By Nina Costa, in 10/01/2011 

Exibições: 20

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de MARGARIDA MARIA MADRUGA em 16 abril 2018 às 17:31

Belíssimo Nina.

Comentário de Elías Antonio Almada em 12 abril 2018 às 19:35

Comentário de Elisiário Luiz em 12 abril 2018 às 2:29

 Cara Nina amiga belo empenho...parabéns  Fique Bem!

Membros

Designers PEAPAZ

*Nara Pamplona

*Livita*

*Margarida*

 *Imelda*

*Toninho*

*Reinaldo*

Poema ao acaso...

Visitantes

Liv Traffic Stats

Mídias Sociais

View Sílvia Mota ***'s profile on LinkedIn

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço