A FELICIDADE COMO META

A FELICIDADE COMO META
Evilazio Ribeiro – Bacharel em Direito

Colocar a felicidade como meta é bem comum, mas difícil na avaliação, que têm sempre críticas a fazer, a vida familiar, a financeira e a afetiva, do seu chefe, do ambiente, de alguns colegas e da correria do mundo atual. Ao contrário do que muitos pensam, contudo, ser plenamente satisfeito e ser feliz é possível. 
“É uma meta alcançável”, afirma o headhunter da De Bernt Entschev Human Capital, Weider Silva. “Essa felicidade está relacionada com o indivíduo”, ressalta: “o campo profissional não está isolado e recebe interferências de outras áreas da vida, como a familiar, a financeira e a afetiva, por exemplo.” “SE UM LADO ESTÁ DESEQUILIBRADO, ELE AFETARÁ O OUTRO”. “A questão não é ter nenhum problema, mas saber equilibrar todos os que temos”. 
Aprendendo com as experiências passageiras e vivendo as que são eternas como: trabalhar, amar, perdoar, ajudar, compreender, aceitar, consolar. Há pessoas que dizem: hoje não posso ser feliz porque estou doente, porque não tenho dinheiro, porque faz muito calor, porque alguém me insultou, porque alguém deixou de me amar, porque eu não soube me dar valor, porque minha mulher não é como eu esperava, porque meus filhos e meus amigos não me fazem felizes, porque meu emprego é medíocre e por aí vai. Amemos a vida que temos, mas, não porque nossa vida é mais fácil do que a dos outros. É porque decidimos ser feliz como indivíduo e nos responsabilizamos por nossa felicidade. Quando tiramos essa obrigação das nossas mulheres e de qualquer outra pessoa, deixando-os livres do peso de nos carregar nos ombros. A vida de todos fica muito mais leve. Nunca deixe nas mãos de ninguém uma responsabilidade tão grande quanto à de assumir e promover sua felicidade! SEJA FELIZ, caro amigo leitor, mesmo que faça calor, mesmo que esteja doente, mesmo que não tenha dinheiro, mesmo que alguém tenha lhe machucado, mesmo que alguém não lhe ame ou não lhe dê o devido valor. Peça apenas ao seu DEUS que lhe dê serenidade para aceitar as coisas que você não pode mudar coragem para modificar aquelas que podem ser mudadas e sabedoria para conseguir reconhecer a diferença que existe entre elas.
Não reflita apenas. Mude! E SEJA FELIZ SEMPRE!
Neste Natal gostaria de saudar todos meus amigos e inimigos com a frase: “A gente não faz amigos, reconhece-os.” Vinicius de Moraes.
PARA REFLETIR:
“Alguns se elevam pelo pecado, outros caem pela virtude” William Shakespeare.

Votos 0
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Portal PEAPAZ.

Join Portal PEAPAZ