LOUCO AMOR

Beijos que de ti

Foram roubados o

Minha amada mulher,

Foram feitos de

Um delírio faiscante

Que foram todos ao

Mesmo tempo consumados

Em minha alma que arde de amor.

 

Corpos que se unem,

Bocas que se procuram ofegantes,

Neste vai e vem somente nos

Dois numa cama deixado

Que a quentura deste amor

Queime-nos e ao mesmo tempo

Impedindo que nada nos detenham.

 

Cavalgo por sobre o

Teu corpo sentindo o teu

Gemido junto ao meu

Sentindo você entre as

Delicias que fazemos

Deixando apenas que nossos

Suor se misture neste lindo

Amor que estamos fazendo.

 

Na entrega total de nossos coros,

Junto a esta frenética caricias,

Nossos corpos se unem

A adrenalina vai tomando

E nos consumindo de felicidade

E em nos dois tão somente

Jorra a felicidade deste louco amor.

 

Marcus Rios

Poeta Iunense - Acadêmico -

Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

Membro Efetivo da Academia Marataizenses de Letras

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Portal PEAPAZ.

Join Portal PEAPAZ