Mesmice

Tudo tão igual

essa vontade

de desamarrar o tempo 

e desvencilhar o vento.

 

Tudo tão banal

esse desejo de permanência

que a tua ausência me traz.

 

Tudo tão real

esse grito que permanece

entre a garganta e o diafragma

arranhando a palavra.

 

Tudo.. tudo tão real

cotidianamente

do mesmo jeito

sempre!

 

 

Votos 0
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Portal PEAPAZ.

Join Portal PEAPAZ

Comentários

This reply was deleted.