O vento matreiro

 

 

 

O vento matreiro

 

Lá fora o vento embravece

e meu coração a acelerar

Meu corpo tremulo entorpece

Temendo deste abanar

que me está a amedrontar

Temo desta vibração

que me salta do coração

Meu corpo se revolta

pois desatina minha apreensão

Sai vento espertalhão

que destróis meu bem-estar

vai oscila quanto tu queiras

Andas aqui a namorar

e não te quero para noivo

nem contigo casar

Voeja pelos longos mares

engrandeces grandes ondas

onde vais folgar

acalmas teu folguedo

e deixas-me descansar

Vai vento matreiro….vais ver como lindo é o mar

 

De Té

Votos 0
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Portal PEAPAZ.

Join Portal PEAPAZ

Comentários

This reply was deleted.