Todos os posts (6429)

Classificar por

Através da vidraça

  
 
Da Janela (Claudinei Novais) | EntreContos 
 
 
 
 
Através da vidraça...
De Té Autora
Nariz grudado na vidraça
da janela que dá para a minha cidade
É mar é céu é terra é gente
e as nuvens rosa e azuladas
em carreirinhas apressadas
que me desviam o olhar e o pensamento
e penso no presente e recordo os
Saiba mais…
Comentários: 0

Ode aos do mal fazer

 

 

10887978080?profile=RESIZE_400x

 

Os Crueis 

Ode aos do mal fazer

Da Té

 

Espectros de repente sugam minhas firmezas

Escuridão lentamente me envolve e me atormenta

Não sei de onde vêm essas trevas

que me aterrorizam, me sondam,me tateiam

 

À minha volta tudo estremece de espantoso

Impossíve

Saiba mais…
Comentários: 0

Aquele amor pode ser a morte

10846173059?profile=RESIZE_400x

 

Aquele amor pode ser a morte

 

Mas que loucura .. que anseio

Feito doidice de amor

Como se pode amar assim

Quem nunca se viu nesse andor

nos êxtases de amor

Quem nunca se viu na vida

com a dor que ele causou

Quem nunca um beijo provou

Quem nunca entre lenç

Saiba mais…
Comentários: 0

Quando o luar me sorria

 

 

Imagens de Boa Noite com Lua Frases e Gifs para uma Noite sossegada

 

 

Quando o luar me sorria

De Té

 

E aquele dia chegou

Meus olhos alagados

Choravam de taõ alarmados

Primavera de colinas e prados

Aquela planície perdida do olhar

Que eu não podia abraçar

De olhos rasos a chorar

Meu amor andava sumido

E nós tão doidos perd

Saiba mais…
Comentários: 0

Há quantos anos...Ronda de mil anos

 

10732885458?profile=RESIZE_710x

 

10732885683?profile=RESIZE_584x

Há quantos anos…...ronda de mil anos

De Té

 

Há quantos anos que eu rondo na vida ….e neles todos nunca me cansei

Entre o céu azul, e o meu lindo mar

fui marcando a terra….. com o meu joeirar

E andei assim sempre….. tão abraçada

 

Há quantos anos e talve

Saiba mais…
Comentários: 0

Meus Castelos

 

10673315893?profile=RESIZE_400xMEUS CASTELOS ….

De Té

 

Quem apagou a luz

que me acompanhava?

Que iluminava a minha solidão

Quem partiu o candeeiro da minha escada?

Para que eu caísse de rebolão

Agora tateio, e até tenho pavor, de escorregar no chão

É que isto de escorregar ,não faz nada

Saiba mais…
Comentários: 0

Soldado algemado com peso na alma

10671375283?profile=RESIZE_710x

Soldado algemado com peso na alma

de Té

 

Algemaram-te a alma

meu querido soldado ?

que foste à guerra.

Para seres amado

na tua terra

Que mal cuidaste

que não era mal?

o dorso curvado

o passo apressado

e tão rendido

 

Algemas são penas

desfolhando açucenas

tão lin

Saiba mais…
Comentários: 0

Rastejei nos teus passos

 

10666161458?profile=RESIZE_710xRastejei nos teus passos

 

Bracejei de longe minha aflição

Gemi de dor assim tão além

Mas tu não ouvias ninguém

Acenavas bandeira da desconsideração

 

Como lírios desfeitos, era a minha dor

Ainda vivia em mim tanta lembrança

Procurava a beleza da minha esp

Saiba mais…
Comentários: 0

O Homem que conheci ontem

 

10664547456?profile=RESIZE_400xO homem que conheci ontem

De Té

 

O homem que conheci ontem

Foi lume sofredor nos meus olhos embaciados

Foi gemido no sopro que me arrefeceu.

Foi boca de fogo que gemia em mim

Foi libertinagem juvenil onde o reconheci

Foi musica de Czerni imitando uma vel

Saiba mais…
Comentários: 0

Amor ao estilo Camomiano

 

 

10484388264?profile=RESIZE_584xAmor ao estilo camoniano

Té T,ta

Amor é o sentimento, que combina

com ardores dolorosos, de histórias escondidas...

Que faz despertar, o sentir de criança

Tornando-nos seres, em que a afeição perdura

Que nos ensina a descansar, no colo da ternura

Que nos

Saiba mais…
Comentários: 0

Procuro a minha estrela

 

Nenhuma descrição de foto disponível.10454213456?profile=RESIZE_400xProcuro a minha estrela

De Té

 

Há anos, que procuro a minha estrela

Por mais, que a procure ,não vejo rasto dela

Pergunto ao céu estrelado, se sabe dela

O céu diz-me, que não sabe, onde anda ela

 

Madrugo todos os dias, sento-me à janela

E teimo, em procura

Saiba mais…
Comentários: 0

Quando o meu mal........

 

10452724884?profile=RESIZE_400x

 

Quando o meu mal……..

 

Quando meu mal, me dilacera

Mais vivo ,estás dentro de mim

Escuto tua voz

Minha ideia, te revela

Meus sonhos, me abrigam

 

Quando meu mal, me dilacera

Tenho tua mão, na minha

É amor, que nos junta

Beijo tua face

As ilusões, me dominam

Saiba mais…
Comentários: 0

Memórias

 

10444335075?profile=RESIZE_710xMemórias

Memória de meu bem... ramo de giestas

nesta inquietude….de maus rumores

Amimar meu repouso... e minhas dores

deixam-me recordações …..de outras festas

 

Censuro o maléfico afago…. de quem me acusa

de sucessos que guardo…. tão afortunados

Bastam-me

Saiba mais…
Comentários: 0

Poetas poemas e poesia

10073449082?profile=RESIZE_400x  

Poetas poemas e poesia

De poetas somos todos
Nos versos nossa melodia
Poesia? Sabeis fazer.
Aprendemos a crescer
Nem é preciso saber ler.
Só ouvir a alma falar
Nem tão-pouco escrever.
Só basta versejar
E quiçá nem falar.
Na frase que vai rabiscar
Poeta re

Saiba mais…
Comentários: 3

Sonhos de menina

 

10445522662?profile=RESIZE_710x

 

 

SONHOS DE MENINA ? ESSES SIM PERDI-OS( DUETOS DE IMPROVISO A PARTIR DA PRIMEIRA POESIA)

Sonhos de menina ? Esses sim perdi-os...

Que sonhos tão lindos quem dera buscá-los.

Criança já sonha no berço se pressagia.
Na praia bolinhas de areia fazia.

Saiba mais…
Comentários: 0

E Era uma vez....

 

 

 

 

10392580858?profile=RESIZE_710x

Uma história de encantar (infantil)

De Té ou Tétita

 

Era uma vez

Um gato, gatão negrão,

lindo e muito rufião

Que queria viajar

correr mundo e enricar.

Altos sonhos

de si se apoderaram.

E uma dama para si conquistar.

Queria ter um castelo

e andar de bel

Saiba mais…
Comentários: 0

Madrugada fria

 

Madrugada fria

De Té Tétita

Se com teus olhos não vejo

e com teus ouvidos não ouço

Se com teus sentidos não me oriento

Pois contigo tudo é escuso...

 

Se tua voz não escuto

nem teus passos adivinho

Se nem tua sombra a pressinto

Nem tua lógica me susc

Saiba mais…
Comentários: 0