Afinal, qual é o papel do poeta?

Jorge Linhaça

Há anos que venho lutando com esta questão e, confesso, não sei exatamente o que pensar ou como pensar.

Para mim o poeta, enquanto pessoa inserida em uma sociedade, tem sim a responsabilidade de atuar como um cronista e formador de opinião, não apenas para esta geração mas também para todas as gerações futuras que tiverem contato com sua obra.

Não consigo entender o poeta como aquele ser delirante, preso em seu idílico mundo próprio e alheio aos problemas da sociedade onde vive e convive. Não digo que não se possa falar de amor, que as poesias de dor ou solidão não tenham o seu valor, o que não consigo compreender é a falta de combatividade poética quanto a questões sociais, aos dramas do cotidiano, ao resgate da humanidade em cada pessoa.

Como podem os poetas não ver os moradores de rua? Como podem não ver o horror das guerras?

Como podem se calar sobre temas como aborto, pedofilia, estupro, criminalidade?

Como podem passar ao largo, dia após dia, de todos os desmandos de todos os governos e pseudo-autoridades?

Será que a maioria dos poetas é refém dos aplauso fáceis e efêmeros que se conseguem tratando de amenidades?

Será que a maioria dos poetas é refém de uma doutrinação dos tempos da ditadura, onde falar o que se via era sinônimo de correr risco de prisão ou morte?

Ou será que, apenas e tão somente, os poetas fogem para um mundo paralelo, de versos cor-de- rosa para tentar apagar de suas córneas a realidade triste, nua e crua do dia a a dia?

Não sei a resposta correta, nem mesmo sei se existe uma resposta correta, ou várias delas, apenas sei que gostaria de conhecer os pensamentos da maior quantidade possível de colegas das letras para tentar entender esse tal “ mundo da poesia” presente na mente de cada um.

Aguardo suas considerações.

Abraços fraternos

Jorge Linhaça

Exibições: 250

Responder esta

Respostas a este tópico

Obs.: Sei que ao questionar sobre o papel do poeta, querias dizer o que ele representa frente a matéria que ele defende, a ideia, o pensamento, não o material em que ele escreve. Mas quis brincar falando sério em forma de poesia, assim, usando da metonímia, falei do contingente em lugar do conteúdo (o material em lugas  da matéria=tema), do poema em lugar do poeta.

Muito bom Nina uma boa resposta sobre o tema adorei o papel do poeta é mesmo esse folha em branco imaginação inculcar poesia no que escreve isso é ser poeta 

O papel do poeta sãos os olhos que leem

O que ele escreveu... parabéns 

Obrigada, amiga! Escrevi isso na madrugada, com os olhos ardendo por não dormir, e acabei refazendo (mudando umas coisinhas aqui, corrigindo outras ali). Vou postar fora da discussão, pois não há como fazer as alterações aqui.

Obrigada pela leitura, mas principalmente, pelo carinho e incentivo!

Beijos 

Fui longa na questão que ele levantou mas, com muita franqueza, um poeta pergunta qual o papel do poeta? achei questão pouco interessante Poeta quem é ?o que consegue escrever com poesia e para que serve? como qualquer escritor professor, medico, cientista, o homem das castanhas que vende porta a porta , a lavadeira ... Não se exclua o querer saber para que serve  a função de alguém, que mexe, trabalha ,vende, alguma coisa...... .Todos têm a sua função ,no  que executam A tua poesia respondeu bem. Qual o "papel" achei muito inteligente ,sem por em causa a pergunta que  faz  Costuma-se dizer, quem não sabe pergunta ......Gostei sinceramente da descrição

poética, perfeita resposta sobre o papel ( material)

O papel do poeta é correr mares e aportar em vários lugares diferentes com seu canto...Abraço

RSS

Membros

Aniversários

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Margarida*

 *Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Liv Traffic Stats

Mídias Sociais

View Sílvia Mota ***'s profile on LinkedIn

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço