PRATA PEAPAZ

Aldeia sem ideia

3542348756?profile=original

Uma aldeia sem ideia

Em uma grande aldeia,havia um chefe que estava em desacordo com a maioria

dos seus habitantes.

Ao serem pressionados os conselheiros reuniram-se dando início à pajelança durante meses,

com a ajuda da população insatisfeita.

Depois de consultar forças ocultas, acharam para o bem geral destituir o chefe atual

com o grupo que estava à seu favor.

No entanto,um dos pajés na última hora, bradou em alta voz que o mesmo poderia permanecer
 na tribo sem função de chefe.

Mal recebeu a notícia,o destituído avisou que,recomeçaria a guerra contra seu opositor

com a ajuda de um antigo chefe local.


Pobre aldeia sem ideia...


Como muitos dizem- o mal deve ser cortado pela raiz.


É só uma triste lenda

Marcia Portella

Imagem Web

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Portal PEAPAZ.

Join Portal PEAPAZ

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • DIAMANTE PEAPAZ

    Bem interessante!

    É só uma lenda, mas que se aplica nos governos de muitas aldeias (cidades, estados, países...).

    E nada de cortar o mal pela raiz!

    Excelente reflexão, querida Márcia.

    Parabéns.

    Bjssss. 

  •  

    CONTA UMA LENDA QUE UM POVO INDÍGENA HERDOU UM CURIOSO DITADO: "GANHOU MAS NÃO LEVOU".

    3543859166?profile=original

    ENQUANTO ISSO...

    __________________________________________________________

    Existe um ditado indígena, dizem que Tupiniquim, que diz: "Ganhou mas não levou". Refiro-me a todo um povo de 147.066.000 de indivíduos [resultante de uma simples conta de subtração] retirando os 53.000.000, de uma Grande Nação indígena de 200.016.000 que tinha uma certa "Granda Chefa Toura Sentada," alega serem seus "bravos guerreiros". Diz a lenda que continua o nariz da Granda Chefa crescendo - onde um pica-pau já fez um ninho. Um conselheiro alerta que esse povo todo não é só da Granda Chefa, mas tem que ser dividido por 2, visto que o sub cacique, foi escolhido pelo conselho da "grande estrela do totem vermelho", para conquistarem a grande nação Green end Yellow com a união da Granda Chefa Toura Sentada, com um poderoso guerreiro possuidor de pradarias de muitas manadas de búfalos.

    Mas, um  outro guerreiro, amigo e cooperador junto às manadas, conhecedor de muitos vales, ravinas, e os labirintos dos canyons, após a conclusão dos pajés e chefes que representavam o alto conselho da Grande Nação Green end Yellow, tomado do Espírito dos Miasmas dos Pântanos, a quem a Nação abominava com horror, devolve metade de toda a Nação Green & Yellow, com seus rios, florestas, ravinas e rebanhos de bisões e tesouros. Dá à Chefa deposta pelo Grande Conselho os melhores cavalos, os melhores e mais fortes guerreiros para a resguardar de perigos e com direito à farta caça trazida a ela pelos "seus bravos" á disposição.

    O Chefe que pelas leis tribais e daquela nação indígena, era o legítimo Cacique, aprovado pelo Conselho e por Manitu, nem ele nem os demais caciques, muito menos o povo até hoje, passados séculos não entenderam.

    Assim versa essa antiga lenda indígena que passou a ser conhecida como: 'GANHOU, MAS NÃO LEVOU". 

    Após tanto tempo passado do que versa a lenda os atuais indígenas cantam:

    Mas como somos uma "pátria de chuteiras,

    traseiros-fio dental e sextas-cerveja-feiras,

    samba, muita cachaça e carnaval, que tal...

    muito futebol, pinga, mulher e carnaval, LEGAL! 

    FIM - DE APENAS A LENDA "GANHOU MAS NÃO LEVOU"

    • PRATA PEAPAZ

      Mauro,agradeço sua complementação à minha pequena  analogia...

      Toda lenda tem  no final uma verdade.

      Abraço.

    • 3544389764?profile=original

      Só os dignos e fortes, que amam esta Bandeira e se emocionam com sua visão ao som do Hino Pátrio são dignos deste grande país.

      ________________________________________

      Querida amiga escritora-poeta Marcia Portella, conte sempre comigo em complementações, parcerias e opiniões minhas quando se tratar dessas pantomimas, gambiarras, sobretudo neste episódio das "petralhadas  fiscais" na vergonha do "petralhão" e no "petralhamento" do veredito do julgamento de um certo "impeachment".

      Sou verde amarelo até na sola dos pés, paro em respeito ao hino nacional até quando tocado em rádio de carrinho de pipoca. Sério!! Parabéns pela sua crônica, tão excelente que te respondi com outra. Um forte abraço fraterno. 

  • DIAMANTE PEAPAZ

    Querida Marcia, sem palavras... O mal que não se corta pela raiz, ficará com certeza  incomodando e, sabes lá do que é capaz.... Grata pela lenda, um grande beijo, MIL.

    3543858443?profile=original

  • BRONZE PEAPAZ

    Aprendizado necessário e importante ....

    3543858615?profile=original

    • PRATA PEAPAZ

      Francesinha, nesse momento, grande parte dos brasileiros  agradece seu destaque .

      3544355444?profile=original

  • Ficção desta Aldeia , Realidade esdrúxula deste País dos Arranjos, desculpas Estimada Marcia, indignação somente não basta mais
    Bela analogia, infelizmente,assim o sentes com certeza
    Parabéns e abs deste seu amigo das letras
    Antonio
    • PRATA PEAPAZ

      Antonio,amo meu país mas, estou cansada de ver tanto desmando .

      Queria muito que essa aldeia fosse uma ficção mas, infelizmente não é.

      Estou me sentindo como essa  imagem que envio....Grata por sua presença

      3544355645?profile=original

This reply was deleted.