Contando estrelas da cadeira na varanda

3542040721?profile=original

.

.

.



"veste-se de estrelas como em trajes de gala
e voando vai... pela noite de encontro à amada."

.
.

.

O poeta resolveu contar estrelas,

e sentou-se na cadeira de balanço;
ali da varando poderia enfim vê-las,
depois que o sol iniciasse o descanso.

Poderia passar ali uma noite insone,
na brisa noturna ouvindo canções;
lembrar-se da musa, ver-lhe o nome,
gravado entre distantes constelações.

As estrelas estariam tão brilhantes
que sequer ouviria o relógio na sala
soar as doze badaladas distantes.

Dorme o poeta e sonha... encanto de fada,
veste-se de estrelas como em trajes de gala
e voando vai... pela noite de encontro à amada.

07012017

Luiz Morais

Brasil

Votos 0
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Portal PEAPAZ.

Join Portal PEAPAZ

Comentários

This reply was deleted.