ESCOLA DA VIDA

ESCOLA DA VIDA

 

Nas veredas e atalhos que trilhei,

Inda menino, ainda inocente,

Nalgumas duras pedras tropecei

E caí e chorei copiosamente!

 

Cresci e aprendi por onde andei,

Caindo, aqui e além, constantemente,

Que de todas as vezes que tombei,

Fiquei mais sabedor, mais consciente!

 

Estas memórias hoje me consomem,

No tanto tropeçar até ser homem,

Enfrentando os perigos da jornada…

 

Na prática, esta vida nos ensina,

Que pode, em cada beco, em cada esquina,

Esconder-se à nossa espera uma cilada!...

 

José Manuel Cabrita Neves

 Carnaxide, 29-07-2016

3542015679?profile=original

Votos 0
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Portal PEAPAZ.

Join Portal PEAPAZ

Comentários

This reply was deleted.