Esperança

E quando a noite vem
a lua esparsa nossos pensamentos
brilha no céu uma saudade
do luar atrás da serra
e das conversas ao pé da calçada.

Quando a noite vem
no concreto urbano
as sombras se definem
e o medo nos assalta em cada esquina.

Antes que a estrela se dilua com a luz do dia
careço-me de abastecer as lembranças.
Valho-me do poema
e da imagem tatuada nas retinas.

E tudo fica mais sereno.

Sei que a fé anda de mãos dadas

- com a esperança.

Então a noite já não parece tão
assustadora.

Fátima Mota

Votos 0
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Portal PEAPAZ.

Join Portal PEAPAZ

Comentários

This reply was deleted.