O Prenúncio do Golpismo e o inocente útil

3541747284?profile=original
O Prenúncio do Golpismo e o Inocente Útil
Jorge Linhaça
Em 1930 Getúlio levou uma sonora surra nas urnas.
Apoiado pelos militares deu um Golpe de Estado e implantou a ditadura no país.
No início da década de 1960 Jânio Quadros renunciou em um episódio jamais explicado totalmente. Juscelino já havia tido problemas com os militares...Jango ( João Goulart ) foi impedido de assumir a presidência do país e veio o Golpe Militar.
O resultado é bastante conhecido:
Anos de ditadura militar e sabe-se lá ao certo quantos mortos e desaparecidos.
Foram décadas de vassalismo às potências estrangeiras, nossos "heróicos" generais não davam um "suspiro" sem as bençãos dos desenvolvidos e democráticos "senhores de engenho" mundiais.
Nossos "adorados generais" eram pouco mais que feitores, mantendo a "ordem pública" com um exército de capitães do mato fardados ou não.
Direito de expressão? Nem pensar, aliás pensar também era proibido, qualquer cabeça pensante estava sob constante vigilância. Que o digam Herzog e Anisio Teixeira. O primeiro " enforcou-se" com um cinto a meio metro do solo...o outro "caiu" no poço do elevador.
Músicas ufanistas foram encomendadas e compostas para dar a impressão de que nosso país caminhava a passos largos.
Álbuns de figurinhas tinham de conter as figuras dos generais e ostentar nomes como "Brasil Pátria Amada" e coisas do gênero.
Foi a época gloriosa das EXPOEX- Exposição do Exército.
Tancredo Neves, o primeiro presidente civil pós ditadura, eleito indiretamente, não chegou a governar. No dia da posse "caiu enfermo" para ser declarado morto oficialmente no dia 21 de abril.
Tivemos de nos contentar com Sarney.
Mais ou menos nessa época foram repatriados exilados políticos, juntamente com fujões "convertidos" .
Fujões convertidos?
Sim! Aqueles que fugiram do país na primeira fumaça da ditadura, dizendo-se de esquerda e que ao fim ao cabo foram se asilar justamente nos EUA. Nada mais paradoxal, não é? Justamente no país mais anti-esquerda conhecido na época da chamada "Guerra Fria".
Como explicar a vida mansa que tiveram lá? Como "perseguidos políticos da esquerda" viveram, estudaram e lecionaram nos EUA?
Será que ninguém julga estranha essa contradição biográfica?
Mas, cheguemos aos dias de hoje:
Em época de julgamento do mensalão, Joaquim Barbosa tem sido elevado à categoria de herói nacional. Até concordo que o seja por estar levando a sério o seu papel. Seu, único problema é o seu
temperamento e seu ego um tanto quanto insuflado.
Com a desculpa de que Barbosa precisa de segurança ostensiva eis que os militares atropelam a própria hierarquia, já que a chefe do Estado é também comandante em chefe das forças armadas, passam por sobre a autoridade da Policia Federal e usurpam para si a autoridade e a responsabilidade de "zelar" pela sua segurança.
É evidente que os militares estão demasiadamente incomodados com os possíveis desfechos da tal " Comissão da Verdade", já que consideravam como atos patrióticos perseguir, torturar e matar quem se opusesse à ditadura , fosse por atos ou palavras.
Mas o mais interesante nisso tudo é que coincide com a derrocada de popularidade dos expoentes dos partidos apoiados pela direita.
Sim, partidos apoiados, pois na sopa de legendas presentes nas alianças políticas é impossivel separar direita de esquerda.
Os dois grandes partidos do país vem gradualmente se esfacelando e a tendência é que surjam novas legendas políticas unindo dissidentes daqui e dacolá.
Mas independente disso é preciso prestar atenção aos passos dados dentro das forças armadas. Creio que poderíamos equiparar o episódio da "segurança" de Joaquim Barbosa a um motim de soldados contra seus superiores.
Não é que Barbosa não necessite de proteção, tudo é possível, mas pode bem estar sendo utilizado como escudo e inocente útil por um setor que já tem histórico suficiente de criar factoides.
O medo é que os mensaleiros atentem contra a vida do juíz/ministro?
Balela...
Seria uma burrice colossal do PT dar um fim a Barbosa, mandando-o para a terra dos pés-juntos. Já para os militares seria a desculpa providencial para impetrar um novo Golpe de Estado.
Barbosa seria o mártir perfeito, no momento perfeito.
Parece-me portanto que as raposas estão guardando o galinheiro.
Creio que Barbosa, pelo que leio a seu respeito, não deve estar nem um pouco satisfeito com a situação, mas pode estar cedendo ao canto da sereia...o problema é que o canto da sereia costuma levar os marinheiros à morte.
Os golpistas de plantão já cantam de galo, anunciando aos quatro ventos que contam com o apoio da sociedade civil, que estaria por fim acordando...O discurso de ódio é aquele velho conhecido e impregnado de ranço contra o psudo-comunismo ou a pseudo-esquerda que quer levar o país para a bancarrota.
Como se os anos de Ditadura não tivessem enchido o país de dívidas.
Enfim, cada um é livre para acreditar naquilo que quiser e alguns acreditam que a falta de liberdade de uma nação pode ser compensada pela inimputabilidade de alguns.
Sabem o que é mais interessante? Justamente aqueles que são acusados de serem uma quadrilha nada fazem para impedir que as coisas sejam investigadas, por mais que isso os afete, já os que se dizem impolutos vivem escondendo a sujeira embaixo do tapete e quando alguém levanta uma mísera ponta do mesmo, logo colocam seus exércitos de lacaios em ação para apagar os vestígios e impedir investigações.
Quem portanto é a verdadeira quadrilha?
Não estou aqui defendendo bandidos, por mim tem todos que ir pra cadeia, desde que as provas indiquem esse caminho.
Para mim, Barbosa está cumprindo o seu papel de acordo com sua consciência. Ao menos me permito assim pensar por enquanto.
Meu alerta é contra o golpismo...apanhar nas eleições e apelar para Golpes de Estado, para o autoritarismo, para as meias verdades, com o intuito de alcançar um posto onde a população não os quer, é coisa de gente sem caráter e sem capacidade própria.
Resta saber se a população brasileira aceitaria mais um golpismo, mesmo com um mártir já escolhido pelas "forças terríveis" , como diria Jânio Quadros.
Será que a elevação do Brasil a emergente está incomodando os outrora inalcançáveis?
Vem aí a nova versão da "operação condor" desta vez chamada " com dor...de cotovelo."
Salvador, 26 de setembro de 2012.

Votos 0
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Portal PEAPAZ.

Join Portal PEAPAZ

Comentários

  • hehe  voltam a viver nas nuvens do idealismo, desprezando a realidade no mundo dos cheiradores de mercúrio?

    kkkkkkkk

    Me parece bem um estouro de boiada, causado pelo canto do quero-quero, que depois se aquieta e volta a pastar placidamente como se tudo estivesse resolvido...interessante colocação...Não sabia que os neurônios lutavam jiu -jitsu...

  • Os Caras Pintadas não são uma classe, um partido ou uma organização. Não têm existência física nem ideologia, engajamento, carteira de trabalho, não são sindicalizados, nem há escolas que os formem profissionalmente. E até podem ser tudo isso. São um clima, "um estado de espírito" e vivem no ar, rondando as massas. Os meios de comunicação são caixa de ressonância. O concreto da vida, os níveis de in_tolerância e de desesperança são os pontos de viragem, no inconsciente coletivo, potência e ato. O catalizador não é bem conhecido e é como o canto do quero-quero que faz o estouro da boiada. Quando o "santo baixa" e ganha cara, sai de baixo. Depois se aquietam e voltam ao estado de nefelibatas, vivendo no mundo dos hidrargíricos. Dão nó-de-porco nas sinapses dos ativistas. Eis aqui esse sambinha, muito embora imprevisível, consequência inevitável de você. rs.

     

  • Marco , meu amigo soteropaulistano, rsrs, não li sobre esse grito de guerra não, gostaria de ter lido, mas aqui chegam mesmo é e-mails de desejosos do retorno da ditadura.

    Os caras pintadas foram uma onda que logo se dissipou tão logo a mídia deu seu papel por concluído...onde estão esses caras pintadas desde então? Muita coisa já aconteceu que mereceria ações semelhantes...de lá para cá já aturamos Itamar, FHC e LULA...isso só no âmbito nacional...

    Perdemos a capacidade de mobilização ou nunca a tivemos? Esta é uma pergunta para a qual não encontro resposta.

  • PRATA PEAPAZ

    Jorge, foi um prazer dialogar com você. É na troca de idéias e de opiniões que se fortalece o conhecimento e os pontos de vista.

    Até a próxima.

    E um bom fim de semana !

  •  

    Uma no cravo, outra na ferradura

    Bakunin, Bakunin,

    é o início

    ou é o fim?

    Marco Bastos

     

    Essa polarização esquerda x direita é coisa antiga. Nas décadas de 60/70 o fantasma era o Comunismo. Após o Estado de Direito, é a propalada e presumida possibilidade de novo golpe das Direitas.

    Foi necessária a Tríplice Aliança e mais os recursos da Inglaterra para derrotar o indefeso Paraguai do Solano Lopes. O Paraguai daquela época não era o Paraguai de hoje, nem o mundo era o mesmo.

    É preciso que os Poderes trabalhem com a autonomia que devem ter em uma Democracia e que cada cidadão cumpra os seus deveres e goze de suas liberdades.

    Em épocas de eleição aparecem vários discursos. Já li sobre o grito de guerra do Partido que desiludiu, a convocação dos estudantes por quem os liderou na década de 60, em prol mesmo do que? e aqui a degradação dos Caras Pintadas, colocados na berlinda.

    Noam Chomsky que nos ilumine. Inconteste é a alienação dos poetas e o resto todo são os contraditórios braços das ideologias.

    E ainda se diz que é o baiano que não pode ver um caixote sem subir nele para fazer um discurso.

  • Quem é maoista?Aliás. desculpe a ignorância...mas o que é exatamente um maoista? Tudo bem...um seguidor de Mao Tsé Tung, mas como não li o livro vermelho não sei exatamente a definição de maoista.

  • Não sei o que se ensina nas escolas hoje, se é que se ensina algo...mas que nossa história tem muitos pontos que precisam ser revistos isso é verdade. Caxias, um dos grandes "heróis" brasileiros" por exemplo, foi sendo elevado a títulos de nobreza na exata proporção em que se ocupava de massacrar os movimentos populares na época do império. O massacre do Paraguay, conhecido como uma vitória  "gloriosa de nosso exército" visou única e exclusivamente atender interesses da Inglaterra e impedir que o país vizinho se tornasse um polo industrial o que criaria uma concorrência com os produtos ingleses. O massacre dos lanceiros negros na Revolução Farroupilha, após o cessar fogo, teve o nome de Caxias ligado ao episódio...e por aí vai...uma rápida pesquisa sobre movimentos populares durante o império dão conta dessa ascensão do Luiz Alves à nobreza.

    Enfim, o oficial é bem diferente do real no mais das vezes. Há quem defenda que Tiradentes não foi enforcado, terminando seus dias em Paris com outro nome. Isso sem falar do massacre de Santa Cruz do desterro ( ou do deserto), dos inconfidentes baianos, de canudos e por aí afora.E os campos de concentração no Ceará? Quem se lembra deles? 

    Somos um povo tão carentes de heróis que o Joaquim Barbosa, apenas e tão somente por cumprir seu papel no processo do mensalão em breve será considerado o novo Zumbi dos Palmares.

    É a síndrome do Salvador da Pátria...Todos se recolhem a seus cantos esperando que surja um super-herói...

    para os menos preparados isso leva à megalomania e ao sentimento de onipotência que acomete quem construiu o chega ao poder. José Serra em mais duas ou três campanhas vai dizer que construiu o Cristo Redentor quando era ministro...rsrsrsr

    FHC mandou esquecerem todos os seus livros quando chegou à presidência...Lula se achou um semi-deus

    incontestável...e por aí vai...Mas viva a Copa e as Olimpíadas....rsrsrs  Aliás tudo que foi feito para o PAN não serve para as olimpíadas...haja dinheiro jogado fora...mas isso vc conhece melhor que eu....

  • PRATA PEAPAZ

    Só não me venham com uniformes !... (rs)

    Jorge, como é escrever no "Pravda" ?  É diferente, tem alguma outra implicação, e os leitores ?

  • TOP PEAPAZ

    Eu é que escrevo no "Pravda" e outros é que são maoístas...

  • PRATA PEAPAZ

    Concordo em gênero, número e grau !

    Com certeza o mar de lama não é privilégio do PT - parece mais uma sina...

    O que me tira do sério é essa falta de memória e falta de discernimento - dos papagaios, como você diz. Na verdade fica difícil enxergar alguém que se salve - até porque, se surge alguém com boas intenções, tratam logo de eliminá-lo, ou neutralizá-lo, porque o esquema não pode ser atingido !

    Eu fui indiferente ao Lula e me tornei anti-Lula, só por não conseguir aturar a desfaçatez com que age, confirmando que somos um  povo de cabresto, que diz amém e apenas aguarda que Deus faça chover . . .  Aqueles discursos demagogos e populistas aos 'trabalhadores' por quem quase nada trabalhou" . Passou a vida pendurado nos sindicatos da vida e depois no PT. Para mim, é inadmissível que um presidente da república diga que não tem importância o acesso à educação que não teve. E essa é a imagem que passa : não estudou, é um analfabeto funcional e chegou lá - tá rico !...  

    Porém a própria falta de estrutura social, de educação (mesmo em casa) alimenta essa falta de discernimento.

    Tenho contato com professores e algumas pessoas ligadas à educação e pedagogia. É assustador o que ouço deles, quanto ao que está sendo ensinado nas escolas e faculdades. Até a história é, às vezes sub-repticiamente, alterada ... Não chega a ser como 'a verdade do Partido' , mas bem que lembra . . . pelo menos aqui no Rio isso está ocorrendo. Apesar de o governo aqui não ser petista. Mas ocorre uma certa infiltração, massificação, de uma "versão petista' (se eu puder dizer assim) da história e dos fatos.

    É o que você diz. Mudam as moscas mas a M é sempre a mesma.

This reply was deleted.