Som da Natureza em flor [Soneto Alexandrino - Homenagem a Arlete Brasil Deretti Fernandes]


Som da Natureza em flor

 

Eis-me a cantarolar a voz da Natureza,

harmonizada ao tom de diapasão divino -

cadência rosa em flor. As ramas da beleza

farfalham na floresta o perfumar citrino!

 

Luar de noite Lua, estrela em realeza,

gemer de água em paz, piano ou violino -

florir da terra-mãe. Em tudo há tal grandeza

que existe em tudo o som de beijo cristalino!

 

Zumbido de uma abelha, um corujar bem lento,

o beija-flor em cor – que de alvoroço extremo

seduz à contraluz - ardor do mel ao vento...

 

Tal qual numa oração, neste momento intenso,

exponho o coração às rimas - nada temo

desse inaudível som - silêncio em mim suspenso...

 


Ofereço este soneto à poeta Arlete Brasil Deretti Fernandes,

na certeza de que somente o Amor e a Fé ultrapassam barreiras consideradas intransponíveis.

Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz

Rio de Janeiro, 20 de setembro de 2011 – 21h07

Fundo musical: Ernesto Cortazar. Thank You

Exibições: 462

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ em 6 março 2017 às 9:38

A cada um dos amigos, que aqui me honraram com suas visitas e comentários...

Comentário de Lúcia Cláudia Gama Oliveira em 3 fevereiro 2017 às 22:15

Comentário de Manoel Dias da Fonsêca Neto em 20 janeiro 2017 às 12:17

Que belo soneto! Perfeito e profundo. Uma verdadeira oração.
Saudações.

Comentário de Maria das Graças Araújo Campos em 20 janeiro 2017 às 11:28

Que maravilha!
A natureza ao som de dons divinos
brindando a poetisa poesia
em grande estilo
soneto Alexandrino!

Beijos, querida escritora, e perfeita sonetista, Sílvia Mota! Bjsssssss

Comentário de Críspulo Cortés Cortés em 20 janeiro 2017 às 4:55

Comentário de Arlete Brasil Deretti Fernandes em 10 março 2015 às 20:36

Querida amiga Silvia Mota.

 Encantada e comovida.

É um presente eterno.

Arlete.

Comentário de Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ em 15 dezembro 2013 às 21:22

Mereces todas as minhas homenagens, querida amiga Arlete Fernandes.

Beijosssssssssssss

Comentário de Arlete Brasil Deretti Fernandes em 9 dezembro 2013 às 20:14

À Silvia e a meus queridos amigos, com todo o meu afeto, para sempre.

Beijo. Estarão para sempre em meu coração, eternamente.

Arlete. Muitos abraçõs e beijos.

Comentário de Arlete Brasil Deretti Fernandes em 9 dezembro 2013 às 20:09

Grata, Silvia! Grata a todos os amados amigos que guardaderei para sempre no mais profundo de meu coração.

Beijo grande para sempre.  Carinho, Respeito e Admiração.  Beijo.    Arlete.

Comentário de Mônica do S Nunes Pamplona em 6 dezembro 2013 às 16:35

Majestosa e eloquente homenagem à nossa querida Arlete.

Nunca é demais tanto carinho.

Releio com maior prazer tais versos recheados de amizade.

Parabéns às meninas por tamanha obra.

Bjsssss   no coração.

Membros

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...