Sou a feiticeira  das ervas

 

Cuidando do povo

Amiga da beleza

Receitas e poções

Feiticeira das ervas

 

Passando a vida

Fazendo o bem

Caldeirão fervendo

Alecrim e manjericão

 

Saldando antepassados

Nos genéticos conhecimentos

Que afloram em momentos

Do sangue celta amado

 

De um povo que ama a vida

De mulheres que curam

Na musica r na dança

Saldando os elementos

 

Na floresta os medicamentos

Ao luar os colhendo

No bailar com vagalumes

Agradecimentos sobem aos céus

 

Das lembranças os olhos azuis

De doces avós recebendo a sabedoria

Hoje dançarei com todas e para todas

Dancem comigo pela vida e a paz

 

Dione Fonseca

Exibições: 139

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Sílvia Mota em 13 julho 2018 às 18:36

Querida Dione, percebi que estás a compartilhar os teus posts no Facebook. Se estás a realizar o compartilhamento como forma de backup dos textos, relembro-te que os links desaparecerão com a descontinuidade da rede, através do endereço: http://peapaz.ning.com. Essa mudança de endereço, foi-lhes passada anteriormente. Beijosssssssssss

Comentário de Lais Maria Muller Moreira em 1 novembro 2015 às 18:31

Querida Dione adorei o teu poema exaltando o povo celta e seus valores.

Debaixo da espessa sombra dos carvalhos,..os dolmens nos contam histórias...

A lembrança de Merlim foi uma escolha feliz

beijos 

Comentário de Dione Fonseca de Barros em 31 outubro 2015 às 21:40

Obrigada amigas pelo carinho em ler e deixarem seus comentários . beijos com gosto de aboboras . 

Comentário de Arlete Brasil Deretti Fernandes em 31 outubro 2015 às 19:53

Gostei de teu poema.

Muito belo.

Beijosss

Comentário de Lilian Viacava Dama de la Poesía em 31 outubro 2015 às 19:10

Muito bonito o seu poema Dione

gostei

bjs

Comentário de Dione Fonseca de Barros em 31 outubro 2015 às 18:09

Obrigada Querida Poetisa Silvia Motta é uma honra receber sua visita e comentário. Aproveito para agradecer o muito que faz e seu empenho pela cultura. Aqui aprendemos muito. É um prazer fazer parte deste mundo de escritores e poetas de tantas nações  e aprender com todos. <ima mais sincera homenagem

 grande e forte abraço

 

Comentário de Sílvia Mota em 31 outubro 2015 às 17:34

Que bela inspiração, querida Dione!

Parabéns!

Beijossssssssss

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Margarida*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço