Violeta

3541825401?profile=original

Violeta

És flor
de nascer
recatado,
beleza
multicor,
perfume
suave,
alvitre
da saudade,
insígnia
da humildade,
espelho
e anseio de paz...

Sou flor
de viver
ruidoso,
sem cor,
bruta,
insensível,
vaidosa,
ansiosa,
e, a rugir perdão
e socorro
ao mundo,
replanto-me,
ao teu lado...

Violeta,
quem sabe,
talvez,
através dessa terra,
refaço-me em ti?

Flor da Madrugada
Cabo Frio, 28 de novembro de 2009 – 23h47

Votos 0
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Portal PEAPAZ.

Join Portal PEAPAZ

Comentários

  • Un poema bello. 

    También bella PREGUNTA en su extremo. 

    Un placer leerte, Dawn flor. 

    3544025768?profile=original

This reply was deleted.